Em entrevista a HollywoodLife, Daniel Sharman fala mais sobre a jornada do Monge Choroso em Cursed – A Lenda do Lago. Confira:

“Ele está envolto em mistério”, disse Daniel ao HollywoodLife durante a festa virtual de Cursed. “Ele começa esta jornada como o braço direito do padre Carden. Ele é um assassino e um assassino cruel a sangue frio, trabalhando sob a orientação do padre Carden, líder dos Paladinos Vermelhos que estão varrendo o reino das aldeias Fey. Ele é o tipo de espada do padre Carden. Ele pode ser enviado para fazer seu trabalho, por isso está envolto em muito mistério. Você realmente não pode vê-lo muito. Ele é uma figura encapuzada que meio que causa dano e depois sai. Não se sabe muito sobre ele.”

Embora pareça que o Monge Choroso é apenas um assassino que está cumprindo as ordens do padre Carden, há muito mais por trás daqueles olhos chorosos. Depois que aprendermos a fundo sobre a história do Monge Choroso, pode haver algumas qualidades resgatáveis. “Eu acho que há algo acontecendo. Há um conflito dentro dele que, no final, você consegue ver de onde isso veio. Mas acho que nos estágios iniciais, você o vê apenas por reputação, se você entende o que quero dizer. Você está vendo ele através dos olhos de outras pessoas. Portanto, há uma sensação de sua reputação diante dele. A qualidade resgatável é sempre como alguém é do jeito que é? Existem várias razões pelas quais ele chega lá, de modo que esse é sempre o aspecto resgatável de qualquer ser humano. Sempre há uma razão pela qual eles agem dessa maneira.”

Os Paladinos Vermelhos vêm atrás de Nimue e do resto do povo Fey. Eles não têm medo de derramamento de sangue, nem o Monge Choroso. Embora o Monge Choroso seja leal ao padre Carden, pode não ser completamente de sua própria escolha. “Não acho que ele saiba de algo diferente”, continuou Daniel. “Ele foi criado pelo padre Carden, então ele tem sido doutrinado desde os 5 ou 6 anos. É tudo o que ele sabe. Ele vincula esse modo de vida à sobrevivência, então há uma sensação de que não existe outro caminho para existir. Ele está apenas sobrevivendo neste mundo quando lhe dizem o que fazer. Sua vida é imensamente sobre sua própria sobrevivência e senso de identidade.”

Para interpretar um assassino, Daniel teve que fazer algum treinamento intenso. “Houve muito treinamento de luta”, disse ele. “Esse personagem obviamente usa muito o corpo dele, então eu fui treinando, treinando e treinando, e trabalhei com alguém repetidas vezes, porque sabia que esse era o caminho. Ele é incrivelmente disciplinado, então eu comi muito pouco e eu treinava muito. Era um tipo de processo ininterrupto de colocar meu corpo no tipo de forma que seria digna de alguém que vivesse como assassino. Foi um estilo de vida em grande parte monge que eu levei.”

Quanto aos detalhes sobre as lágrimas do Monge Choroso, Daniel prometeu que os fãs aprenderão a história por trás deles. “Nos últimos episódios, você descobre quem ele é, qual é a história dele, por que suas marcas de nascença são assim e por que existem assim”, revelou Daniel. “Então é algo que você precisa esperar até o final, mas vale a pena. É uma ótima revelação.” A primeira temporada de Cursed – A Lenda do Lago começará a ser transmitida na Netflix dia 17 de julho.

Tradução & Adaptação: Angélica Luiza
Fonte: Hollywood Life